Guia do iniciante

De Hearts of Iron 4 PT Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo destina-se a guiar os jogadores iniciantes pela interface e mecânicas do Hearts of Iron IV. Para informações mais detalhadas sobre as mecânicas, incluindo os cálculos detalhados por trás delas, acesse os links dos artigos dedicados especificamente a esses conceitos.

Iniciando o jogo

Ao iniciar o jogo, você verá um menu com cinco botões. O botão SAIR fecha o jogo. Os CRÉDITOS mostrarão uma lista de todos os profissionais que trabalharam no desenvolvimento, produção e distribuição do Hearts of Iron IV. Os botões mais importantes são os outros três.

Pressione o botão de Um jogador se deseja jogar uma partida de Hearts of Iron IV sozinho. Todas as outras nações serão controladas pelo computador. O menu de Um jogador permite que você continue ou carregue as partidas anteriores que você tenha salvado sem concluir. É aqui que também está o tutorial.

É altamente recomendado que você jogue o tutorial. Ele lhe fornecerá um resumo rápido de tudo.

Pressione o botão de multijogador se deseja jogar uma partida online de Hearts of Iron IV com outras pessoas. É possível jogar Hearts of Iron IV com até 32 pessoas ao mesmo tempo. Esse menu permite que o hospedeiro do jogo carregue uma sessão anterior que não tenha sido concluída.

Pressione Opções para personalizar o som e a aparência do Hearts of Iron IV no seu computador. Você pode ajustar a resolução do monitor e definir suas preferências de som e outros detalhes do jogo. As "Configurações do jogo" na primeira aba do menu Opções são muito importantes.

Quando tiver terminado com as configurações básicas, você precisará escolher qual cenário deseja jogar e a nação possível dentro deste cenário. Você então estará a cargo dessa nação durante toda sua sessão de jogo.

Escolhendo um cenário

O Hearts of Iron IV possui dois cenários - 1936 e 1939. Cada um apresenta um tipo de desafio diferente e o cenário que você escolher ditará significativamente o tipo de jogo que você deverá jogar logo de início.

O mundo em 1936

O cenário de 1936 começa no dia 1º de janeiro de 1936. O cenário de 1936 é o mais provável de resultar em versões alternativas da Segunda Guerra Mundial, já que começa com menos alianças ou guerras. 1936 é o cenário que você pode começar caso deseje aproveitar a organização e planejamento de uma economia antes que a guerra comece. Esse cenário é mais voltado ao estabelecimento dos fundamentos básicos para seus planos de guerra, começando com um foco em fábricas, pesquisa e diplomacia.

O mundo em 1939

O cenário de 1939 começa no dia 1 de setembro de 1939. A Alemanha já consolidou seu poder na Europa Central e está se preparando para atacar a Polônia. Se você deseja jogar um jogo sobre a Segunda Guerra Mundial que tenha maiores probabilidades (mas não de forma definitiva) de evoluir como a verdadeira guerra evoluiu, você pode começar aqui. Esse cenário é mais voltado a construções, suprimentos e liderança de seus exércitos.

Escolhendo sua nação

Após escolher seu cenário, será exibido um menu com as sete potências principais a serem escolhidas (Grã-Bretanha, França, Estados Unidos, Alemanha, Itália, União Soviética e Japão), além de uma opção para escolher outro país. Independente de qual você tenha escolhido, será exibido um mapa do mundo e a confirmação de sua escolha caso mude de ideia. Por fim, pressione "jogar" no canto inferior direito.

A interface

A interface de usuário do Hearts of Iron IV será bem familiar para os veteranos em jogos de estratégia da Paradox. O lado esquerdo da tela é usado para gerenciar problemas nacionais mais importantes, as guias de alerta aparecerão no topo da tela para avisá-lo das coisas que requerem sua atenção e o canto direito da tela é dedicado às informações de suas tropas. O canto superior da tela incluirá informações resumidas importantes sobre o estado do jogo e do mundo.

Do canto esquerdo ao centro da tela de jogo principal, você verá uma fileira de números que vão da esquerda para a direita.

National unity.png União nacional
O medidor da determinação de guerra do seu país. Um país com baixa união nacional se renderá mais rapidamente do que um com alta união nacional. A união nacional é determinada pelos atributos do Espírito nacional que pode ser atribuído a certos países (a França, por exemplo, começa com muito pouca UN), mas pode ser modificada através de escolhas de focos nacionais ou recrutando oficiais do governo para tal fim.
Political power.png Poder político
Essa é a quantidade de capital político que sua liderança acumulou. Você gasta poder político completando ideias de foco nacional, recrutando conselheiros militares e científicos, mudando as leis de comércio e alistamento, e realizando certas ações diplomáticas. Cada nação recebe 2 pontos de poder político por dia, que podem ser modificados por certos atributos, indivíduos, ações do jogador ou características.
Manpower.png Mão de obra
O número de soldados que você tem disponível para criar e reforçar unidades militares. Esse número pode ser afetado por diversos fatores, especialmente por seus níveis de alistamento e número de unidades em construção.
Industrial capacity.png Fábricas
Três números separados que listam as fábricas militares, estaleiros navais e fábricas civis disponíveis para novas ordens. Falaremos sobre suas funções em outra seção.
Army experience.png Experiência de exército, Navy experience.png naval e Air experience.png aérea
Conforme suas unidades lutam ou, no caso de exércitos, se exercitam, elas ganharão experiência. Você pode usar sua experiência de exército no designer de unidades para editar ou inventar divisões terrestres. Você pode usar sua experiência naval e aérea em modificações para seus navios e aviões, concedendo bônus de velocidade, poder de fogo, dentre outros.
Convoys.png Comboios
O número de comboios ou transportes que você tem disponíveis. Cada negociação comercial que você fizer para recursos estratégicos necessitará alocar uma unidade de comboio. Mover unidades terrestres por oceanos e mares requer uma alocação de transportes. Você pode aumentar o número de transportes disponíveis construindo novos comboios no menu de produção de unidades.

Tensão mundial

No canto superior direito da tela, você verá uma círculo brilhante com uma porcentagem embaixo dele indicando a tensão mundial. Essa porcentagem é a medida da intensidade de tensão no mundo. Algumas ações diplomáticas e militares, especialmente para nações democráticas ou neutras, requerem que a tensão mundial atinja um nível específico. A tensão mundial aumenta com eventos históricos, declarações de guerra e outras ações diplomáticas hostis.

Informações nacionais e desenvolvimento

Tela política.

No canto esquerdo da sua tela, você verá a bandeira da sua nação. Clique nessa bandeira para abrir a exibição de suas estatísticas nacionais. Você verá um retrato do seu líder, seu apoio político e partidos, algumas variáveis e fatores ativos para sua nação e três fileiras de itens nos quais você pode usar seu poder político.

Árvore de foco nacional da Itália. (Clique para ampliar.)

Será pedido que você escolha um foco nacional para seu país. Leva 70 dias para completar um foco nacional e custa um ponto de poder político por dia. Focos nacionais são parecidos com árvores de pesquisas de tecnologias em outros jogos, exceto que eles estão conectados com as escolhas que seu país está tomando sobre suas direções. Ele pode escolher, no momento, focar no crescimento industrial ou, no caso da Alemanha na maioria dos jogos, expandir suas fronteiras contra seus vizinhos. Algumas escolhas de focos nacionais são mutuamente exclusivas (por exemplo, a União Soviética não pode ser aliada da China e do Japão ao mesmo tempo).

Nesse menu, você também pode usar seu poder político para mudar as leis do seu governo ou contratar conselheiros políticos, militares e industriais. A maioria das mudanças custará um mínimo de 150 de poder político, conselheiros muito poderosos podem custar até 250.

Leis e governo

  • Lei de alistamento: afeta a quantidade de mão de obra disponível no seu país
  • Lei de comércio: afeta a velocidade de pesquisa, fábricas e edificações, e a quantidade de recursos disponíveis para negociações comerciais.
  • Lei de economia: afeta a quantidade de fábricas que podem ser dedicadas a bens de consumo, a disponibilidade de mão de obra e a produção militar.
Tela de conselheiros políticos.

Você também tem espaço para três conselheiros políticos, que você poderá contratar para receber bônus.

Pesquisa e produção

Você pode adicionar um designer de tanques, navios, aeronaves e materiais para receber um bônus em cada uma desses produções no sistema de armas relevante ou afetar suas habilidades em combate.

Você também pode adicionar um interesse industrial e um teórico para melhorar certos tipos de pesquisa.

Estado-maior militar

Você pode adicionar um Chefe de exército, Chefe da marinha e Chefe das forças aéreas para melhorar a pesquisa ou habilidades de combate na área de interesse. Você pode contratar até três outros membros para seu alto comando.

Pesquisa

Tela de pesquisa.

O botão cinza no topo da tela marcado com um béquer (Research button.png) abre seu menu de pesquisa. Você terá três ou quatro espaços disponíveis para pesquisar tecnologias específicas, mas é possível desbloquear espaços adicionais cumprindo certas ideias de foco nacional.

Existem onze categorias de pesquisa. Cada nação começa com um nível historicamente adequado de tecnologia e teoria, dependendo do cenário.

Todas as árvores de pesquisa (exceto as doutrinas) são marcadas ao longo de uma cronologia histórica. Pesquisar uma tecnologia ou unidade antes de sua data histórica levará mais tempo do que se for pesquisada durante ou depois de sua data histórica. Essa penalidade pode ser modificada buscando certas ideias de Foco nacional.

Tela de tecnologia de infantaria.
Infantaria: pesquisa melhores armas de infantaria e diferentes tipos de divisões de infantaria. Aqui é onde você poderá desbloquear infantaria mecanizada, paraquedistas, fuzileiros navais, tropas de montanha, entre outros.

Suporte: pesquisa batalhões de suporte que você pode atribuir a suas divisões. Aqui é onde você encontrará engenheiros, médicos, mecânicos e similares.

Blindagem: pesquisa tanques leves, médios e pesados, além de variantes baseadas nos chassis que você desbloquear.

Artilharia: pesquisa armas de artilharia, antitanque e antiaéreas.

Tela de doutrina terrestre.
Doutrina terrestre: A maioria das grandes potências começará com uma doutrina terrestre inicial. Você pode alterar isso, porém todos os caminhos de doutrinas terrestres são mutuamente exclusivos. A doutrina terrestre que você escolher irá atribuir os principais bônus de combate.

Naval: pesquisa navios de guerra mais avançados, submarinos e comboios/barcaças de desembarque.

Doutrina naval: Algumas das grandes potências começarão com uma doutrina naval inicial. Você pode alterar isso, porém todos os caminhos de doutrinas navais são mutuamente exclusivos. A doutrina naval que você escolher irá atribuir os principais bônus de combate.

Aeronaves: pesquisa diferentes tipos de caças, aviões de ataque e bombardeiros, além de variantes de carregadores aéreos.

Doutrina aérea: Algumas das grandes potências começarão com uma doutrina aérea inicial. Você pode alterar isso, porém todos os caminhos de doutrinas aéreas são mutuamente exclusivos. A doutrina aérea que você escolher irá atribuir os principais bônus de combate.

Engenharia: pesquisa engenharia elétrica para radares (para detecção) e computadores (para bônus de pesquisa e codificação), além de tecnologia nuclear e de foguete.

Indústria: a pesquisa melhora a capacidade de eficiência, produtividade e extração de recursos do seu país.

Diplomacia

O botão cinza com uma mão (Diplomacy button.png) abre seu menu de diplomacia. Aqui você verá uma lista de nações e diversos botões de filtro para especificar a lista.

Ao clicar em uma nação que deseje interagir, você verá um retrato do líder e algumas informações sobre a direção que a nação está indo. No canto superior direito do menu, você verá algumas pequenas bandeiras com setas, indicando a relação entre suas duas nações. Há diversas ações que você pode tomar no menu diplomático, desde que os requisitos sejam cumpridos. Democracias são mais limitadas em relação às ações diplomáticas agressivas que podem tomar, a menos que o medidor de tensão mundial tenha subido para um nível alto o suficiente.

Passe o mouse sobre cada opção para ver a descrição da ação diplomática e quais condições deverão ser cumpridas.

Comércio

Tela de Comércio.

O botão cinza com uma caixa e setas curvadas de troca (Trade button.png) abre seu menu de comércio. Você verá diversas guias e colunas listando os principais recursos disponíveis, o que você precisa e possíveis parceiros para negociações.

Há seis recursos principais no jogo: petróleo, borracha, alumínio, aço, cromo e tungstênio. Eles são usados para ajudar na construção de tanques, navios de guerra, aviões e outros. Cada nova linha de produção de algum sistema de armas importante precisará de uma certa quantidade de recursos. Apesar de ser possível construir essas unidades sem os recursos necessários, sua produção será muito mais lenta e menos eficiente.

Recursos são encontrados em certos locais do mapa e não são igualmente distribuídos. Você quase sempre terá que negociar pelo que você precisa.

Para negociar por um recurso, clique no nome do país e mova a barra deslizante para determinar quanto você deseja negociar. Recursos são negociados em unidades de 4. Cada negociação comercial, a menos que seja conduzida em terra, requer um mínimo de 2 embarcações de comboio, adicionando mais 1 para cada 4 unidades adicionais do recurso.

Cada quatro unidades de um recurso que você importar também custarão uma fábrica civil e sua capacidade produtiva irá para a nação com quem você está negociando. Dessa forma, exportações fortalecerão sua indústria conforme você recebe a capacidade das fábricas de outras nações, mas muitas importações a deixarão mais fraca. No entanto, você terá que importar recursos para manter sua capacidade bélica.

Construções

O botão com um guindaste (Construction button.png) abre seu menu de construções. Aqui é onde você pode atribuir tarefas para suas fábricas civis, construindo infraestruturas, novas fábricas, defesas, etc.

Fábricas civis fazem todas as melhorias de um território. O número de fábricas que você tem disponível para construir dependerá do tamanho de sua nação, quantas fábricas estão sendo dedicadas para fornecer bens de consumo para seu país (sua lei de economia) e quantas fábricas você "negociou" em troca de recursos estratégicos. Você pode aumentar seu número de fábricas civis construindo mais, mas tenha cuidado, pois cada província só pode suportar uma certa quantidade de estruturas produtivas. Um máximo de quinze fábricas serão designadas para um projeto de construção e qualquer sobra começará a trabalhar no próximo item da fila.

Constructions screen.jpg

Há três categorias de estrutura que você pode construir com fábricas civis.

Estruturas do estado

  • Infraestrutura: Cada território tem uma classificação de infraestrutura que determina a facilidade de suprir unidades no território e a velocidade na qual as unidades militares conseguem se locomover no local.
  • Aeródromos: Aeródromos alojam suas aeronaves militares. Quanto maior o aeródromo, mais aviões ele pode comportar com eficiência.
  • Antiaéreo: Defende um território de aeronaves inimigas e é especialmente útil para proteger áreas industriais.
  • Estações de radar: Ajuda sua aeronave a detectar e interceptar frotas aéreas inimigas.

Estruturas compartilhadas

O número de estruturas compartilhadas que podem ser construídas é limitado ao número de espaços disponíveis no estado. O número de espaços pode ser aumentado pesquisando tecnologias industriais.

Construções em províncias

  • Porto naval: Auxilia nos limites de suprimentos marítimos e na velocidade de reparo de navios.
  • Fortes: Fortalece a defesa das unidades.
  • Forte costeiro: Fortalece a defesa contra ataques anfíbios.

Construções provinciais são construídas no menor tamanho de território em HoI4, que são as provinciais.

Produção

O botão cinza com uma chave inglesa (Production button.png) abre seu menu de produção. Aqui é onde você atribui fábricas militares e estaleiros navais para construir equipamentos, veículos de exército, navios e aeronaves.

Quanto mais fábricas você dedicar para construir um item específico, mais você produzirá. As unidades de infantaria, blindagem e artilharia que você criar serão então atribuídas às divisões militares apropriadas, seja para novas unidades que você esteja construindo ou para reforços e melhorias de unidades no campo de batalha. As aeronaves que você produzir serão depositadas em uma provisão de reservas. Unidades navais serão automaticamente alocadas em um porto, mas você também pode atribui-las a um, caso preferir.

O rendimento das fábricas é dependente da disponibilidade dos recursos estratégicos para unidades superiores e do limite de eficiência da sua indústria. Novas linhas de produção levarão tempo para serem totalmente eficientes e se você adicionar fábricas a uma linha de produção, você perderá um pouco dessa eficiência. Você pode aumentar a produtividade e eficiência de suas fábricas na árvore de pesquisa industrial.

Recrutar e implantar

O botão cinza com um tanque (Deployment button.png) abre o menu do seu planejador de exércitos para recrutar e implantar unidades. Aqui é onde você decide os tipos de divisões que deseja treinar. Essas divisões serão preenchidas pelos equipamentos e veículos que você construir no menu de produção. Você pode ver os requisitos para completar uma nova unidade passando o mouse sobre as barras verdes de progresso.

Recruitment screen.jpg

Você começa com algumas divisões básicas para construir. Você pode usar experiência de exército para criar novos modelos de divisão ou editar modelos já existentes.

O jogo começa com reforços e melhorias em pesos iguais na criação de novas unidades. Se você deseja focar a energia de novos tanques ou artilharia em novas unidades, em vez de fornecer equipamentos para o campo de batalha, você pode definir as prioridades dos seus reforços no mesmo menu.

Logística

O botão com um papel e uma caneta (Logistics button.png) abre seu menu de logística. Esse menu exibe um resumo geral de seu equipamento em estoque, qualquer escassez que você possa ter, além de um resumo de quantos recursos estratégicos estão faltando em suas linhas de produção.

Controlando seu exército

Você move suas unidades selecionando-as com o botão esquerdo do mouse e clicando com o botão direito sobre seu destino. Se você traçar um quadrado ao redor de um grupo de unidades, você poderá dar ordens para todas elas. Você pode mover tropas pelo oceano para um território aliado colocando as unidades em uma província com um porto naval e depois clicando sobre um porto de destino.

Suas forças são mais eficientes quando estão agrupadas em exércitos sob o comando de um general e recebem planos para executar.

Criando exércitos/grupos de comando

Você pode criar exércitos de unidades selecionando um grupo delas e clicando no retrato de silhueta ou no sinal "+" verde que você poderá ver no canto da tela. Depois, vá para o perfil da unidade selecionada no canto superior esquerdo e clique no retrato de silhueta. Isso abrirá a lista de generais que você pode atribuir ao seu exército. Há dois tipos de líderes militares: os generais (que podem comandar eficientemente um máximo de 24 unidades) e marechais de campo (que não possuem um limite no número de unidades que podem comandar com eficiência). Generais também podem ter atributos que os concedam bônus em certas situações de combate. Se você promover um general para marechal de campo, ele perderá seus atributos.

Experiência e dando ordens

Você ganhará experiência de exército geralmente através de combates, mas você pode conseguir um pouco de experiência antes disso "exercitando" seus soldados. Para isso, selecione o grupo de exército e, no perfil da unidade no canto superior esquerdo da tela, clique no botão de exercício no canto superior direito do menu.

Você pode usar experiência para promover generais, dando a eles a habilidade de comandar maiores quantidades de unidades ou criar e editar novos tipos de divisão no menu de produção da unidade.

Division designer.jpg

Um grupo de exército pode ser comandado como qualquer outro grupo de unidades usando o botão direito para dar uma ordem de movimento para um destino. No entanto, eles lutam melhor quando recebem "planos de batalha", uma ordem geral que é coordenada em uma frente, seja para avançar ou defender.

Ao selecionar um grupo de exército, será exibido uma fileira de ordens gerais no canto da tela. Cada uma delas terá um texto de rolagem explicando em detalhes como usar esta instrução. Este guia focará nos itens mais importantes.

Invasão naval: Use esta opção para ataques anfíbios no território inimigo. (Você pode se mover por um território aliado desta forma, porém é muito mais eficiente usar o movimento de porto a porto como descrito acima).

Ao selecionar uma invasão naval, será pedido que você clique com o botão esquerdo sobre um ponto de origem. Esse será o ponto onde seu exército irá se reunir para o ataque. Clique com o botão direito sobre a província inimiga que deseja invadir. Note que você deverá ter inteligência naval para cada rota marítima que sua marinha for cruzar, portanto você precisará ter navios de guerra patrulhando ou controlando essas áreas.

Todos os planos levam tempo e invasões anfíbias precisam de bastante tempo para serem planejadas. Uma vez que as semanas (ou meses) de preparo tenham passado, a seta cinza em cima do grupo de exército ficará verde claro. Pressione sobre a seta para ativar o plano.

Operações terrestres: Para fazer um plano de batalha para operações terrestres ofensivas, você deve primeiro definir uma frente defensiva – esse será o ponto do qual seu grupo de exército começará as operações. Selecione o botão de frente defensiva no mapa e trace uma linha para indicar de onde seu grupo de exército começará. (Na maioria das vezes, ele começará de uma fronteira nacional ou da linha atual que divide os exército inimigos). Depois, clique no botão de frente ofensiva (uma linha com uma seta) e defina a frente para a qual os exércitos deverão avançar.

Battleplan screenshot.jpg

As unidades do grupo de exército começarão a se organizar ao longo da frente de defesa. Quando elas estiverem no lugar e você estiver pronto para começar, pressione a seta verde e as unidades começarão a executar o plano.

Você pode pesquisar doutrinas e contratar conselheiros que reduzirão o tempo de preparo dos planos militares ou concederão bônus às unidades que estiverem operando no plano.

Controlando sua marinha

Seus navios serão automaticamente agrupados em frotas nos portos conforme forem sendo construídos. Caso você não esteja satisfeito com a forma como sua frota está organizada, você pode arrastar e soltar as silhuetas dos navios de uma frota para outra.

Atribua comandantes a suas frotas clicando no retrato em silhueta e escolhendo dentre o comandantes navais disponíveis. Você pode usar pontos de poder político para recrutar novos almirantes para suas frotas. Assim como os generais, almirantes podem ter habilidades importantes para certas situações de batalha ou ao comandar certos tipos de embarcações.

Navy screenshot.jpg

Se você selecionar uma frota, você verá uma fileira de ordens diferentes em cima dela. Elas variam de simples missões de patrulha até ordens de escolta de comboios. Escolha uma missão para sua frota (submarinos, por exemplo, são mais úteis para deter comboios) e depois clique com o botão direito sobre até três zonas marítimas contíguas, isto é, zonas marítimas que se tocam. Essa frota então executará a missão nessas áreas. Você pode remover essas ordens retornando a frota para o porto e atribuindo uma nova missão.

Então, enquanto você tiver um frota operando em uma zona marítima, entende-se que você possui informações suficientes sobre aquela zona tanto para transportar suprimentos por aquela região quanto para ordenar ataques anfíbios por aquele espaço.

Controlando sua força aérea

Ao contrário de outras unidades, os aviões que você construir serão enviados para o galpão de reservas. Você pode mobilizá-los clicando em um aeródromo e depois no botão de criar uma nova unidade aérea no canto superior direito no menu resultante (com um sinal "+"). Quanto maior o aeródromo, mais aviões ele pode usar com eficiência.

Assim como unidades navais, unidades aéreas operam por regiões e recebem missões específicas de acordo com o tipo de cada aeronave. Caças podem realizar superioridade aérea ou intercepção, bombardeiros estratégicos podem atacar indústrias ou infraestruturas, bombardeiros táticos podem realizar ataques de suporte aéreo em terra e assim por diante. Para atribuir uma unidade aérea a uma região e missão, clique em um aeródromo. Isso abrirá o modo de mapa de informações aéreas.

Airforce screenshot.jpg

Clique com o botão esquerdo sobre uma unidade aérea, depois clique com o botão direito sobre a região onde você deseja que ela opere. Uma vez que ela tenha decolado, você pode decidir que missão ela irá executar. Aviões têm alcances limitados dependendo do tipo (bombardeiros estratégicos possuem um alcance muito maior do que interceptores) e do design (dependendo da tecnologia que você tenha pesquisado ou da experiência que tenha gastado para editar suas habilidades).

Suprimentos

Os exércitos no campo de batalha precisarão de suprimentos para permanecer em sua melhor forma de combate. Um exército sem suprimentos não pode realizar nenhum ataque ofensivo, inclusive movimentos simples, mesmo sem oposição. Os suprimentos são determinados territorialmente. Cada território é capaz de auxiliar um número específico de tropas. No entanto, a eficiência desse suprimento é modificada pela infraestrutura da província. Se um território puder suportar 10 unidades facilmente, mas seu exército estiver em uma província com uma estrutura muito baixa ou danificada, um congestionamento de suprimentos irá se desenvolver e nem todas as unidades do exército receberão o que precisam.

Supply screenshot.jpg

O suprimento marítimo é feito através de comboios e portos marítimos. Portos maiores podem transportar mais suprimentos pelos oceanos, no entanto, isso irá exigir mais navios de comboio. Para que seus comboios marítimos sejam mais eficientes, você terá que atribuir algumas de suas embarcações navais para missões de escolta nas regiões que eles forem cruzar.

Você pode conferir as linhas e capacidades de suprimento clicando no modo de mapa de Suprimentos, no menu do canto inferior direito da tela.

Armas especiais

Se você tiver pesquisado e construído reatores nucleares, você lentamente irá adquirir armas atômicas. Para implantar uma bomba atômica, você deve ter superioridade aérea total sobre a província alvo. Selecione a província que deseja atacar e pressione o ícone de ataque nuclear no canto esquerdo do menu de informações da província. Uma bomba atômica enfraquecerá significativamente a infraestrutura e indústria do alvo e infligirá dano em qualquer unidade que estiver na área.

Se você construir bases de lançamento de foguetes, você poderá executar ataques de foguetes contra províncias distantes. Isso infligirá dano contra a infraestrutura da região alvo.

Vencendo a guerra

Uma vez que um país tenha chegado em seu limite (baseado em seu nível de união nacional), ele pedirá por paz. A conferência da paz procede em estágios com base no esforço de guerra realizado pelas potências vencedoras. Então, se os Aliados derrotarem a Alemanha e os Estados Unidos forem os mais bem sucedidos na guerra, eles terão a primeira chance para fazer exigências sobre os alemães. Em seguida, o próximo vencedor mais significativo fará suas exigências.

Isso continua até que os vencedores estejam satisfeitos com a paz ou nenhuma nação tenha condições de fazer mais exigências sobre as potências derrotadas.

Exigências de guerra têm um custo, que é reduzido da pontuação de guerra da nação vencedora. Algumas exigências, como transformar uma nação em fantoche, requerem um objetivo de guerra correspondente.

Dicas para começar

Conforme você vai aprendendo sobre o Heart of Iron IV, lembre-se desses passos importantes quando formular seus planos para a dominação mundial.

  1. Você começará o jogo com algumas linhas de produção de armas já ativas. A mais importante delas será a de equipamentos de infantaria, então enquanto você não tiver mais fábricas militares, coloque grande parte de sua energia nela.
  2. Quando estiver treinando novas unidades, tenha diversas linhas de infantaria ao mesmo tempo, seja no mesmo território ou em territórios diferentes. Senão você ficará para trás com o tamanho de seu exército.
  3. Planeje seus focos nacionais logo no início do jogo. Se você for a Alemanha, você provavelmente irá querer se mover bem rápido ao longo das linhas que lhe concedam a Áustria e a Checoslováquia. Os EUA terão que sair da Grande Depressão. A França precisa controlar sua estabilidade política. Tenha um objetivo de longo prazo em mente.
  4. Cada nação terá acesso a espaços de pesquisa extras se certos focos nacionais forem ativados. Eles podem ser facilmente identificados pelos ícones de béquer em seus nomes. Quanto mais cedo você desbloqueá-los, melhor será seu exército.
  5. Enquanto estiver pesquisando, tente não avançar muito, pois há penalidades significativas em tentar adquirir tecnologias muito avançadas para sua linha cronológica. No entanto, se você pesquisar computação no trajeto de engenharia elétrica, você pode reduzir o total de tempo de sua pesquisa por uma boa margem.
  6. Se ter uma força naval poderosa não é tão crítico para seus planos de guerra, você geralmente pode ignorar esse aspecto da guerra e essa árvore de pesquisa. No entanto, comboios sempre são úteis para negociações comerciais e suprimentos então foque qualquer estaleiro naval que você tiver nesse aspecto.
  7. Se você ainda não estiver na guerra, faça seus exércitos se exercitarem com exercícios para que possam treinar e ganhar experiência. Adicionar uma brigada extra ou um batalhão de suporte a um design de divisão existente é uma forma fácil de fortalecer suas forças, se você tiver em mãos o equipamento necessário para reforçar o que você tem.
  8. Em tempos de guerra, geralmente é melhor deixar os novos equipamentos nas mãos de novas unidades em vez de reforçar e melhorar as antigas. Ajuste os reforços e melhorias de suas tropas prestando atenção em suas atuais necessidades, sejam elas mais unidades ativas no campo de batalha ou um exército mais forte para daqui a alguns meses.
  9. Democracias precisam mudar suas leis de economia assim que possível para liberar fábricas civis que sejam dedicadas a produzir bens civis.
  10. Não esqueça de descansar seus exércitos após cumprirem seus objetivos. Alguns dias de inatividade ajudarão em organização, reforços e suprimentos.